segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Maracujá Silvestre ou Maracujá Doce

Realmente já tentei fazer essa descrição três vezes e desisti. Isso porque se trata de impressões muito pessoais e nem sempre é tão fácil expressar momentos e aromas tão sutis. Acho que fui presenteado com um olfato aguçado e com uma sensibilidade que registra tudo e me transporta com uma rapidez e com uma força tamanha. Hoje vou falar de um aroma ímpar: o cheiro do maracujá silvestre. Seus frutos amadurecem na primavera e ajudam a recender os bosques com um perfume delicioso. Um cheiro floral extremamente suave, levemente cítrico e muito persistente. Quando tenho a oportunidade de encontrar uma dessas delícias de cor amarelo-alaranjadas nas redondezas verdes de minha casa, colho-o para sentir seu perfume. O sabor é delicioso, mas nada que se compare ao seu cheiro. Fico imaginando um perfume inspirado nesse aroma. A primavera escaparia de seu frasco e invadiria sua casa, seu corpo. Um perfume romântico e natural, deliciosamente floral, com um toque adocicado e cremoso... Um presente da natureza!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!